sábado, 29 de março de 2008

Quase gêmeas

O destino nos determinou irmãs com alguns anos de distância. Não partilhamos infância, quartos, brinquedos. Somos filhas únicas, embora dos mesmos pais.
A convivência veio tardia e reveladora: nossas semelhanças vão muito além da aparência, do signo do zodíaco e do sobrenome.

Adoramos chocolate, animais de estimação, séries de TV, letras de música.
Loucas por sapatos, podemos passar horas numa loja (física ou virtual) babando em cada modelo da nova coleção.
Temos síndrome do pânico.
“Gostávamos” de dançar. E da balada.
Adoramos esportes. Quando passa na TV, claro.
Nossa atividade física preferida é dormir.
Não tivemos muitos namorados.
Os homens pelos quais nos apaixonamos e decidimos casar têm a mesma profissão.
Nossa cor favorita é azul.
E por aí vai.

É uma amizade especial e um sentimento meio maternal, de proteção.
Tento respeitar as diferenças.
Resisto à tentação de oferecer palpites e conselhos.
Comemoro as conquistas e o amadurecimento.
Estou aprendendo a ser irmã.

6 comentários:

Gata Lili disse...

Adorei o blog. Você escreve muito bem. Sou uma gatinha pé dura com siamês e também tenho meu próprio blog. Vai lá. Já assinei seu feed. Miau!

Lina Gatolina disse...

obrigada Lili, fiquei feliz em saber que tenho uma leitora fiel. Gostaria de conhecer o seu blog!

Anônimo disse...

OBRIGADA!!!! AMEI..
QUAL DAS GATINHAS EU SOU?!!

Anônimo disse...

DEVO SER A GATINHA DE OLHOS DIFERENTES...
AMO VC!!!
IRMÃ GÊMEA...
TINA!

Lina Gatolina disse...

Acertou. Vc é especial, a sua vinda já foi um presente.

adilson disse...

Esse papo, que até hoje desconhecia, me proporcionou muita alegria, saber do amor que nutrem minhas filhas. Na realidade, o presente foi nosso seus pais, e recebido de nosso Deus. E que esse mesmo Deus, as mantenha assim unidas.