domingo, 26 de outubro de 2008

Tempo, tempo, mano velho


Soube outro dia que meu Compadre vai ser vovô. Ele tem um filho de mais de vinte anos, e a namorada está grávida. É a vida que segue. Nada de estranho nisso tudo.
Eu fiquei pensando que poderia ser a gente.
Marido e eu poderíamos ter um filho dessa idade e poderíamos ter um neto também.
Eu me lembro da tarde calorenta e preguiçosa lá em Minas, quando o Compadre contou que a Moça estava grávida, e eles estavam completamente perdidos.
Não casaram, nem ficaram juntos, cada um foi pro seu lado, viveu sua vida, arranjou seu companheiro, mas o filho nasceu, cresceu, já é adulto e agora vai ser pai também.
E o tempo vai ensinando a gente.
Compreendendo a marcha.
Tocando em frente.

5 comentários:

Teodoro disse...

É... a vida tem esta incrível capacidade de nos surpreender.

Cláudia disse...

Oi Denise,
Pode copiar sim! tem mais no endereço: http://www.student.ipfw.edu/~osbodr01/hallmarks/hallmark20.html

toda semana eu colocarei mais tirinhas...

Ah, vou continuar com o artesanato sim.... só não sei se irão comprar, pois o frete fiocu mais caro.... mas vamos ver no que dá....

beijos

=D e n i s e disse...

.
mas assim,
se ele fez igualzinho ao pai, será que ele aprendeu ou quis imitar mesmo?
eu às vezes me surpreendo com a capacidade de repetirmos padrões.
Mas, criança é sempre alegria, e das boas!
beijo!
.

Maria Amália Camargo disse...

Nem me fale em tempo que passa... Já é Natal! Logo logo estaremos ouvindo "Hohohoho".
Beijos!
P.S: Achou os livros do colegial? (rs). Os meus estão por aí, perdidos em algum buraco negro.

Anônimo disse...

AI, AI... ELE - AVô!!!! QUEM DIRIA.. BJS, TINA!!!