segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Trinta e um de janeiro

E assim, terminamos o primeiro mês de 2011. Janeiro que parecia tão longo, passou voando e chovendo. Janeiro teve Bodas de Prata (sim, Marido e eu temos 25 anos de casados), teve sessões de cinema em casa nos dias nublados e partidas de futebol no estádio Santa Cruz.
Janeiro teve muita música e mais uma sessão de estúdio com os Benedeatles, o trio formado pelo neto e dois bisnetos de dona Benedita.
Em Janeiro decidimos não viajar. Prudência. O clima não está colaborando e descansar na sala de espera do aeroporto não é bem nossa visão de férias.
Janeiro foi mês de fazer turismo gastronômico na nossa própria cidade.
O meu Janeiro foi um mês de idéias novas e de planos para o futuro. Futuro que pode ser em 2011 mesmo ou nunca, não importa. O importante é fazer o plano e ficar sonhando. O "real e o concreto" nunca foi mesmo meu ponto forte.

Um comentário:

Florinha Afável disse...

Ficar sonhando é uma delícia... É outra vida íntima que arquitetamos. Alguém disse que sonhos não são para ser realizados e sim sonhados.