domingo, 19 de agosto de 2012

Ser gato

Alguém compartilha uma coisa na internet e logo todo mundo que gosta vai repassando, virando uma corrente divertida e às vezes, mundial. Com a turma dos apaixonados por gatos isso é frequente.
A companhia dos peludos é prazerosa: eles se metem nas nossas tarefas, deitam em cima do nosso trabalho,  derrubam nossas coisas...mas ninguém reclama e ainda por cima faz um "documentário" para mostrar para os amigos - e para o mundo.

Por exemplo, Guilherme Briggs:


(O Falcor não parece o Mel?) Eu acho uma delícia ver desenhistas em ação, mas quando vem acompanhado de um gato felpudo e gostoso, minha admiração dobra.

Agora, independente do dono ser talentoso, o gato sempre é um artista nato. Basta ser gato. Isso já lhe garante uma platéia cativa (ou seriam súditos fiéis?) que sempre irão mostrar suas gracinhas em fotos e filmagens.

A melhor dos últimos tempos foi o Filho quem me mostrou. É um gato fazendo absolutamente aquilo que ele faz: sendo um gato.


Simples assim. Alguém discorda?

2 comentários:

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Gente, que gato loiro gostoso no primeiro video. No segundo amei a boquinha com aquele jeito de enfado tipo pulou sozinho eu estava dormindo, rs. Beijos Denise, amei!

Lina Gatolina disse...

ana, essas gatices só nós entendemos, não é mesmo?
beijos!